Ligação entre Progresso e a BR 386 ganha o nome de Rodovia Getúlio Scheeren

Projeto de lei do deputado estadual Gerson Burmann foi aprovado na Assembleia Legislativa após indicação da presidente da Câmara de Vereadores de Progresso Irineia Vettorazzi

Foto: Divulgação

Uma das últimas imagens de Getúlio Scheeren com o neto Otávio

 

Na última terça-feira (24), foi aprovada por unanimidade em plenário da Assembleia Legislativa do Estado a denominação da atual ERS-423, passando a chamar-se “Rodovia Getúlio Scheeren”. Esta rodovia, segundo o autor do projeto de lei, deputado Gerson Burmann (PDT), é a principal ligação entre o município de Progresso e a Rodovia Federal BR-386.
O trecho de 22 quilômetros é utilizado pela comunidade para impulsionar o desenvolvimento do município, além de ser a ligação com os demais municípios da região. O projeto foi apresentado pelo deputado Burmann atendendo solicitação da presidente da Câmara de Vereadores de Progresso, Irineia Vettorazzi (PDT), que consultou e pediu autorização à família, reuniu o histórico do homenageado e encaminhou o pedido ao deputado.
Desta forma, pela relevância dessa via de ligação entre o município de Progresso e a BR-386, e atendendo solicitação de lideranças locais, o deputado Burmann homenageou a figura Getúlio Scheeren, pela reconhecida liderança política local e regional, inclusive participante do processo de emancipação, falecido aos 80 anos de idade, em novembro de 2017.

Na condição de grande admirador do homenageado, o vereador de Progresso, Márcio José Groder (PDT) parabeniza o deputado estadual Gerson Burmann pela apresentação desse projeto que presta justa homenageia a este cidadão que deixou marcos históricos no tradicionalismo e na política progressense.
Quem foi Getúlio Scheeren?
Nascido em 1937 em Vila-Progresso-Lajeado, hoje município de Progresso, aos 8 anos era jóquei, aos 12 madrinheiro e aos 15 tropeiro. Em 1961 adquiriu um caminhão e à época inscreveu-se para transportar o pessoal que aderiu ao Movimento da Legalidade liderado por Leonel Brizola pela manutenção da Posse de João Goulart à presidência.
Em 1964 foi preso, humilhado e ameaçado pelo DOPS. “achei que meu pescoço estava a prêmio, pois eram muitas as ameaças, não consegui mais crédito nos bancos mesmo sem ter pagamentos atrasados, estando com as contas em dia, pois me consideravam integrante do “Grupo dos Onze”. Foi um sufoco, muita angustia por saber de tanta injustiça que estava acontecendo. Prisões, tortura, morte… só sabe quem viveu aqueles momentos”… contava Sr. Getúlio.
Em 1971 foi nomeado Sub-Prefeito de Vila Progresso. Em 1975 foi eleito vereador no município de Lajeado, representando o Distrito de Vila Progresso, e sua esposa Ilse Scheerer assumiu como sub-prefeita.
A partir daí, Getúlio e sua esposa iniciaram o processo de emancipação do município de Progresso, o que ocorreu em 30 de novembro de 1987.
Em 1986 liderou um movimento em prol dos fumicultores da região sul do país. No governo Collares foi integrante da CINTEA participando da elaboração do projeto de asfaltamento da RS 423.
Foi secretario de obras do município de 93 a 96 e 2013 a 2016 e secretario de agricultura de 2005 a 2008. Com a politica no sangue e seguindo os ideais Getulistas sempre participou ativamente de todas as campanhas envolvendo o PDT, como cabo eleitoral ou como candidato. Sua maior característica sempre foi a grande popularidade e seus discursos inflamados.
Portanto o Projeto de Lei 67/2019 homenageia este grande nome do município de Progresso e do Estado do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *