Foco na presidência da Câmara de Vereadores

Foto: Adriano Ellwanger

Câmara de Vereadores

 

Estamos em 2020. Ano de eleições municipais. Com o Calendário Eleitoral em vigor, aos poucos os vão ganhando formas. Em Boqueirão do Leão, por exemplo, o assunto eleições municipais é latente, embora tudo ainda transite no campo das especulações. A expectativa do momento está voltada à renúncia do presidente da Câmara de Vereadores Karuti (PT), que entregaria em comum acordo o cargo ao vice-presidente Gico Ghisleni (MDB). Há quem espere o desdobramento desse tema tão logo sejam retomados os trabalhos ordinários no Legislativo Leo-boqueirense, pois o mesmo poderá, inclusive, ter reflexo importante nos rumos da coligação MDB/PT.

Independentemente do desfecho envolvendo a presidência da Câmara de Vereadores, continuo afirmando que a coligação MDB/PT continua. Mas e quem será o candidato a prefeito? Ah bom, isso é outra questão. O que sei é que se o atual prefeito Paulo Joel (MDB) quisesse ser candidato à reeleição teria grande argumento junto ao ex-prefeito Davi (PT), que tem demonstrado interesse de voltar a concorrer. Quem se envolve com política sabe que o consenso de 2008, quando Davi foi candidato único, foi construído por Paulo Joel, que na época convenceu parte do PDT a apoiar a reeleição de Davi e permitir a permanência do PT na cabeça de chapa por 8 anos.

Aguardamos notícias a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *