Gramado Xavier é o 14º município do Vale do Rio Pardo a decretar situação de emergência

Prejuízo estimado ao setor agrícola em virtude da estiagem supera os 15 milhões de reais

Foto: Divulgação

Em Gramado Xavier produção de tabaco já sofreu queda de 35%

 

O prefeito municipal de Gramado Xavier assinou ontem (10) o decreto de situação de emergência no município devido à estiagem que já deixou 15 milhões de prejuízo estimado ao setor agrícola. Com isso, sobe para 14 municípios do Vale do Rio Pardo que enviaram relatórios de perdas à Defesa Civil e aguardam as analises das documentações.

O coordenador do Conselho Municipal da Defesa Civil de Gramado Xavier informou que a perda na soja atinge 25% da produção, tabaco 35%, hortaliças 60%; no milho 60% e no feijão 50% de queda na produção. Segundo Edson Jair Müller, mais de 50 famílias na zona rural sofrem com desabastecimento de água. A Prefeitura está transportando água potável e fazendo serviços de abertura de aguadas.

Gramado Xavier é o 14º município do Vale do Rio Pardo a decretar situação de emergência em virtude da seca. A lista já tinha os municípios de Boqueirão do Leão, Encruzilhada do Sul, Mato Leitão, Pantano Grande, Passo do Sobrado, Santa Cruz do Sul, Sinimbu, Sobradinho, Rio Pardo, Vale do Sol, Vale Verde, Vera Cruz e Venâncio Aires.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *