Em sessão virtual inédita, vereadores de Progresso aprovam suplementação

Já projeto que trata de cargos e concursos públicos ficou baixado

Sessões presenciais estão suspensas temporariamente

 

Pela primeira vez na história do município de Progresso a sessão Ordinária da Câmara de Vereadores da noite desta quarta (25) foi realizada através do aplicativo WhatsApp. A medida atende orientações dos órgãos de saúde no sentido de evitar a aglomeração de pessoas em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A sessão foi presidida pela presidente em exercício Irineia Vettorazzi (PDT), tendo em vista que o presidente Marino Bozzetti (P) está de licença saúde.

Um projeto de lei de origem do Executivo Municipal que solicita abertura de crédito especial de R$ 62 mil para a Secretaria de Obras foi aprovado por 5 votos a 2. Derqui Guaragni (MDB) e Rosinei Zago (MDB) votaram contra. Também foi analisado e baixado para a comissão de Justiça e Redação projeto de lei que extingue cargos efetivos vagos e que vierem a vagar do Quadro Geral de Cargos Públicos, veda a abertura de concurso público e o provimento de vagas nos referidos cargos, cria o cargo de Fiscal e elimina idade máxima para ingresso em concurso público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *