Equipe coleta dados de pesquisa sobre Covid-19 em Boqueirão do Leão

Acordo do Cisvale com a Unisc contempla quatorze municípios do Vale do Rio Pardo

Prefeito, vice-prefeito e secretário da Saúde acompanharam saída da equipe de apoio hoje de manhã na UBS do Centro

O Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (CISVALE), através de um acordo de cooperação técnica com a Universidade de Santa Cruz do Sul –UNISC está realizando no Vale do Rio Pardo um estudo de soroprevalência da Covid-19. Desde ontem uma equipe de seis coletadores e o apoio atuam no município de Boqueirão do Leão.

Nessa sexta (31) houve treinamento da equipe e durante este sábado, 1º de agosto, serão visitados vinte e três domicílios já definidos previamente. Testados negativos e equipados com equipamentos de proteção individual (IPI’s) contra o Covid-19, os seis coletadores, além de testar um morador do imóvel –se houver positivação testa os demais moradores, irão solicitar o preenchimento de um questionário. “As pessoas não precisam ter medo de recebê-los, eles não estarão levando nada, o objetivo na verdade é a gente fazer a identificação dessa doença no município em termos quantitativos, mas a questão da prevalência a gente vai conseguir ver somente para o Vale do Rio Pardo (14 municípios) e por isso é importante a participação de todos”, disse Eliani Krummenauer, integrante da equipe de apoio do estudo e que está no município.

O prefeito municipal Paulo Joel Ferreira (MDB), o vice-prefeito Dil Marcos Richesky (MDB) e o secretário da Saúde, Clóvis Furtado, acompanharam defronte a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Centro a saída das equipes a campo. O chefe do Executivo Municipal léo-boqueirense fez questão de frisar que os custos da pesquisa serão custeados pelos Municípios consorciados.

 O Objetivo do estudo é mensurar a Soroprevalência de Covid-19 na região de abrangência do CISVALE.Os resultados da pesquisa serão utilizados para auxiliar na tomada de decisões, na definição de estratégias para diminuir a disseminação do novo coronavírus e instituir ações diretamente relacionadas a políticas de saúde pública e de gestão socioeconômicanos municípios consorciados.

De acordo com a metodologia da pesquisa, serão realizados quatro inquéritos transversais repetidos, de base populacional, com amostragem no município a cada 15 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *