Oposição de Progresso unida

Reunião nesta semana equalizou uma série de assuntos internos entre MDB, PTB e PT

Com as eleições cada vez se aproximando mais os partidos políticos intensificam as reuniões e contatos visando a montagem das chapas das eleições majoritária (prefeito e vice) e definindo as candidaturas na proporcional (vereadores). Em Progresso a situação segue a tendência.

Na noite de ontem (4) quem se reuniu foram os representantes dos partidos integrantes do bloco de oposição, quais sejam: Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e Partido dos Trabalhadores (PT). Segundo fonte que participou, o encontro serviu para tratar de diversos assuntos, inclusive algumas pendências surgidas após o bloco perder as eleições em 2016. Depois de um amplo debate, os três partidos decidiram manter a união, mas sem deixar de negociar com outras siglas, já que existe no município a possibilidade de uma candidatura de consenso para prefeito e vice-prefeito, que estaria esbarrando apenas na indicação do vice-prefeito.

Vale lembrar que dentro dos partidos do bloco de oposição há nomes que poderiam ser indicados como candidatos a prefeito e vice, como o vereador Rosinei Zago (MDB), o vereador Derqui Guaragni (MDB), o ex-prefeito Mugica (MDB), o ex-vereador por 7 mandatos Darci Deboben (MDB), o ex-vice-prefeito Paulinho Ferrari (MDB), o ex-prefeito Luiz Paulo Manini (MDB), o ex-vereador Valmir Girardi (PTB), além de nomes de outros partidos que podem em março trocar de sigla sem perder o cargo, como é o caso do próprio atual vice-prefeito Adriano Guaragni que pode deixar o PP e Irineia Vettorazzi e André Guaragni que comenta-se podem sair do PDT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *