Oposição tem maioria absoluta na Câmara de Vereadores

Foto: Arquivo Clic

Câmara de Vereadores de Boqueirão do Leão

 

Com o rompimento da coligação MDB/PT em Boqueirão do Leão o meio político estava atento com as novas posições das bancadas na Câmara Municipal de Vereadores. Mas os encaminhamentos da eleição pelo menos sugerem que a bancada de oposição some maioria absoluta com seis vereadores (Jocemar Barbon PL, Giboio PL, Jair Grutzmann PTB, Jonas da Silva PDT, Bidi Carlesso PDT e Kruti do PT), contra três do MDB (Robinho Klaus MDB, Gico Ghisleni MDB e Leco MDB). Isso significa que o Executivo Municipal deverá enfrentar dificuldades para aprovar suas matérias, especialmente as mais polêmicas, como é o caso do projeto de lei que permite suspender os recolhimentos da contribuição patronal do município de Boqueirão do Leão junto ao Regime Próprio de Previdência (RPPS), pleiteado pela administração municipal através de projeto de lei com base no Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19), que altera a Lei Complementar n° 101, de 4 de maio de 2000 e da outras providências para enfrentar a queda na arrecadação em virtude do novo coronavírus.

O projeto deverá ir à votação na sessão Ordinária da próxima semana na Câmara de Vereadores. Chegou a hora, até para aqueles que estavam “em cima do muro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *